Search in Bubok

pedrojotamatos

O que sou eu?
Um homem vulgar que se tenta lembrar constantemente dos seus melhores dias, quando tudo e todos tinham uma certa aura à volta. Agora, como as folhas que caem das árvores no Outono, padeceram e o que sobra são as memórias dos chamados “dias de glória”.
“um homem, não sozinho, excepto quando surge a escuridão”in e traduzido de A Man Alone (Frank Sinatra)
No entanto não desespera. Sabe onde as peças se encaixam. Sabe o seu lugar entre os outros. Alguém que joga o jogo da espera e procura incessantemente a paz de mente. Alma torturada que possa ser, deliberado e propositado, estimula a criatividade apesar de recear a mentalidade do “estou feliz, e agora o quê?”